SEGURANÇA • Talvez essa seja a palavra mais qualificada e correta para o serviço que a JG Reciclagem oferece a seus clientes.

Computadores descartados ou doados, copiadoras e discos de mídia são a principal fonte de informação para ladrões de identidade. Esses ítens não devem ser vistos como lixo, mas como arquivos de dados confidenciais.

A Comissão Federal de Comércio dos EUA estima que mais de 9 milhões de americanos são vítimas de roubo de identidade a cada ano. Um grande número destes casos ocorre como resultado da inadequada ou imprópria segurança de dados.

Pessoas de má fé são capazes de conseguir detalhes de senhas, contas bancárias, certidões de nascimento, fotos de passaporte e endereço para criarem identidades falsas, conseguindo assim fazer empréstimos, usar cartões de crédito e deixar sua conta bancária vazia. No Brasil não é diferente, a cada ano é um dos países que mais cresce em fraudes online.

Deletar os dados não significa que você os removeu completamente. Os dados continuam armazenados nos discos rígidos, a não ser que você utilize softwares compatíveis para deletá-los ou então fazer com que os HDs sejam destruídos fisicamente.

A Comissão de Comércio Federal estima que entre 500.000 e 700.000 casos de roubos de identidade ocorrem a cada ano. Informações roubadas quando pessoas, empresas ou prefeituras se desfizeram de seus computadores, para as vítimas isso custa mais de 765 milhões dólares anualmente!

Como resolveremos este problema para você…

Os ítens eletrônicos processados ​​pela JG Reciclagem primeiro são avaliados para determinar sua função mais valiosa, prática e ambientalmente segura.

Os itens que estão para ser destruídos são quebrados em pedaços mais pequenos do que 2 polegadas de diâmetro. Este material grosseiro é então submetido a um processo de separação. Os materiais recuperados incluem o ferro, cobre, alumínio, plástico, vidro, placas de circuito. Alguns desses produtos são transformados, através de uma rede de empresas parceiras e de outros recicladores responsáveis.